Foto: Lucian Pichetti
Terrazza Panorâmico

A partir desta segunda-feira (3), todos os paranaenses têm direito a se vacinar contra a gripe. A Campanha de Vacinação foi ampliada pela Secretaria Estadual da Saúde, para alcançar a meta estipulada pelo Ministério da Saúde, de atingir 90% de cobertura vacinal.

Curitiba

Em Curitiba, todas as 110 unidades de saúde disponibilizam a vacina. No site da prefeitura dá para consultar o horário de funcionamento de cada postinho. A vacinação, gratuita, segue até que o estoque acabe.

O economista Edilberto Nascimento foi cedo a Unidade de Saúde Bacacheri, na Avenida Erasto Gaertner, pra garantir a imunização.

De 10 de abril até 28 de maio foram aplicadas 339 mil doses da vacina em Curitiba, o que equivale a 63% do público prioritário.

Maria Isabel trouxe o filho, Daniel, de seis anos, para tomar a dose. Segundo ela a imunização tem evitado que o garoto pegue gripes mais fortes.

Grupos Prioritários

Os idosos e os funcionários do sistema prisional foram os que mais procuraram os postos para a vacinação, chegando a 100% do público imunizado no Paraná. Os indígenas registram 96% e as puérperas (mulheres com 45 dias após o parto), 90%. Os demais grupos apresentavam cobertura vacinal entre 60% e 89%.

A enfermeira da Divisão de Vigilância do Programa de Imunização da Secretaria Estadual da Saúde, Vera Rita Maia, alerta que o inverno começa em menos de um mês, o que aumenta a importância de se prevenir contra a gripe.

Apesar de a vacina não ser mais exclusiva para eles, os integrantes dos grupos prioritários podem procurar as doses nas unidades de saúde.

Têm risco maior de contrair quadros graves da doença crianças com idade entre seis meses e cinco anos incompletos; gestantes, puérperas; idosos; povos indígenas, professores, trabalhadores da saúde, portadores de doenças crônicas não transmissíveis, população privada de liberdade, entre outros.

Boletim

O último boletim sobre a situação da gripe influenza no Paraná registra 133 casos confirmados, com 37 mortes. São seis a mais que na semana anterior.

Os casos aconteceram em Almirante Tamandaré, Paranavaí, Santa Terezinha de Itaipu, Paranaguá, Curitiba e Foz do Iguaçu.

Repórter Lucian Pichetti