“Vacina não pode ser álibi para descuido”, diz Beto Preto

“Vacina não pode ser álibi para descuido”, diz Beto Preto
Foto: Geraldo Bubniak/AEN

O Paraná recebeu do Ministério da Saúde 265 mil doses da vacina CoronaVac, produzida pelo laboratório chinês Sinovac em parceria com o Instituto Butantan. Elas foram divididas em dois lotes, o primeiro começou a ser distribuído na manhã desta terça-feira (19) para as 22 Regionais de Saúde e o segundo continuará armazenado no Centro de Medicamentos do Paraná (Cemepar), para a segunda dose que deverá ser aplicada em três semanas, segundo a Secretaria de Saúde do Paraná.

De acordo com o secretário estadual de Saúde, Beto Preto, as doses da vacina devem chegar em todas as Regionais de Saúde em até 24 horas.

Segundo o Plano Estadual de Vacinação contra a Covid-19, após a primeira etapa da vacinação, o planejamento é vacinar pessoas com 80 anos ou acima desta idade, pessoas entre 75 e 79 anos e assim sucessivamente até aqueles que tem idade variando entre 60 e 64 anos.

Beto Preto ressalta que, apesar do início da vacinação, os cuidados com a doença devem continuar, principalmente, evitando aglomerações.

Segundo a Sesa, até o mês de maio, mais de quatro milhões de paranaenses devem receber a primeira dose do imunizante.

Repórter William Bittar