Foto: Reprodução

Um dos assuntos mais comentados na internet nos últimos dias foi a de um tênis que supostamente mudaria de cor conforme a pessoa vê a imagem. Para alguns, o tênis era verde e cinza, para outros, branco e rosa.

A imagem do calçado vinha acompanhada de outra que dividia o cérebro em dois hemisférios, direito e esquerdo, atribuindo a cor vista no tênis às áreas de ação do cérebro, sendo o lado direito intuitivo e o esquerdo racional.

Para a neuropsicóloga do Instituto de Neurologia de Curitiba, Talita Perboni, o fato de pessoas enxergarem diferentes cores no tênis não tem relação com os hemisférios do cérebro humano.

Perboni explica que a diferença na visualização das cores tem mais relação com a parte visual do que cerebral, dependendo da luminosidade do ambiente, celular e também da captação de cores do olho humano, específicas de cada pessoa.