Foto: Divulgação

Um projeto de lei, que tramita na Câmara de Vereadores de Curitiba, proíbe o tráfego de patinetes elétricas nas calçadas da cidade. A proposta deixa para a Secretaria Municipal de Trânsito a fiscalização e dá prazo de 60 dias para a Prefeitura de Curitiba regulamentar qual será a punição a quem descumprir a regra.

O autor, o vereador Jairo Marcelino (PSD), justifica a proibição.

O vereador afirma que não considera a patinete um meio de transporte.

Regulamentação

A prefeitura afirma que estuda a criação de uma regulamentação para o trânsito de patinetes elétricas em Curitiba. Uma resolução de 2013 do Conselho Nacional de Trânsito (Contran) estabelece que patinetes nas calçadas não podem ultrapassar os 6 km/h – número que deve ser revisto pela regulamentação curitibana.

Isso porque, de acordo com a superintendente municipal de trânsito, Rosângela Batistella, a média de velocidade de uma pessoa está em torno de 4 km/h a 4,5 km/h. Se for um idoso, ela baixa para 1 km/h a 1,5 km/h.

Repórter Lucian Pichetti