Foto: Reprodução
Terrazza Panorâmico

Não é incomum observar pessoas se arriscando nos ônibus do transporte coletivo de Curitiba, principalmente no chamado “surfe no ônibus”, quando pessoas acabam subindo no coletivo, ficando na parte de cima e fazendo a posição como se estivessem surfando em uma prancha.

No sábado (23), antes da partida entre Athletico Paranaense e Foz do Iguaçu, pelo segundo turno do Campeonato Paranaense, cerca de 10 torcedores do rubro-negro se aventuravam em um biarticulado da linha Santa Cândida/Capão Raso.

Em um vídeo que viralizou nas redes sociais, é possível ver todos na parte de cima do ônibus, até que um deles acaba se desequilibrando e caindo na canaleta do expresso.

A imprudência do grupo quase terminou em tragédia, mas o rapaz se levantou e, mesmo machucado, seguiu na direção do ônibus.

O diretor-executivo das empresas de ônibus de Curitiba e Região Metropolitana, Luiz Alberto Lenz César, diz que as imagens foram gravadas por um funcionário da empresa de ônibus enquanto o coletivo passava pela Avenida Sete de Setembro, entre a Rua 24 de maio e a Alferes Poli, no Centro.

Ele lembra que além de ser crime, a imprudência pode causar acidentes graves.

Segundo o Setransp, o grupo desceu de cima do ônibus no tubo da Oswaldo Cruz e o biarticulado seguiu viagem.

O diretor da Guarda Municipal de Curitiba, Odgar Nunes Cardoso, afirma que qualquer pessoa pode acionar o 153 da Guarda Municipal, para que as pessoas que ocasionam essas situações sejam abordadas pelos guardas.

Nenhum dos integrantes do grupo foi detido pela ação no transporte coletivo.

Repórter William Bittar