Foto: Divulgação/PM
Terrazza Panorâmico

Um vigia noturno da Prefeitura de Agudos do Sul, na região metropolitana de Curitiba, morreu durante a fuga de uma quadrilha que explodiu três agências bancárias de Piên, também na Região Metropolitana, na madrugada desta sexta-feira (5). Neilor Pinto estava em um carro de vigilância na PR-419 quando foi atingido por pelo menos dois tiros. A Polícia Militar acredita que o veículo onde estava a vítima foi confundido com uma viatura policial por conta do giroflex ligado.

De acordo com o soldado Trentini, da Polícia Militar de Piên, pelo menos 15 homens, fortemente armados, participaram da ação e explodiram os caixas-eletrônicos dos bancos.

Além das explosões, os assaltantes jogaram miguelitos na frente da corporação da PM, com o objetivo de impedir a saída de viaturas enquanto a ação criminosa era realizada.

Ele explica que a ação toda durou aproximadamente vinte minutos.

As agências ficaram bastante danificadas e os locais foram isolados para a perícia. Segundo o soldado, pelo menos dois carros utilizados pela quadrilha foram identificados.

A Prefeitura Municipal de Agudos do Sul lamentou a morte do vigilante e decretou luto oficial de três dias.

A vítima, conhecida na região como “Paraná”, também era colaborador de um jornal local.

Policiais militares e civis de Piên e de municípios vizinhos fazem buscas pela região para tentar localizar os assaltantes.

A Delegacia de Rio Negro, também na Região Metropolitana, vai instaurar um inquérito para investigar os fatos. Até o fechamento desta reportagem, ninguém havia sido preso.

Repórter William Bittar

Deixe uma mensagem