Foto: Divulgação Site Athletico

O único clube de futebol profissional da cidade que tem Centro de Treinamento em situação regular é o Coritiba. A informação é da prefeitura, que nos últimos dias trabalhou na verificação dos alvarás e licenciamentos desses espaços.

Um levantamento inicial realizado nos últimos dias detectou irregularidades em 40 clubes – claro a ampla maioria deles amadores e de recreação – que a partir de hoje passam a ser notificados por funcionarem fora das regras do município. Os casos envolvem ausência ou alvará vencido, atividade não condizente ou falta de documentação.

A prefeitura está verificando as condições dos centros de treinamento e alojamentos dos clubes, em atividade que é realizada pela Secretaria Municipal do Urbanismo, coordenada pela Secretaria de Governo Municipal e que foi motivada pelo incêndio que completa hoje uma semana, no centro de treinamento do Flamengo, no Rio.

De acordo com o secretário, Luiz Fernando Jamur, toda a atividade até o momento foi baseada em documentos, mas a partir de semana que serão iniciadas vistorias em todos os locais para descobrir se há situações irregulares, como a existência de alojamentos, que nunca foram comunicados à prefeitura.

Da relação de 40 espaços com irregularidades constam CT do Caju do Athletico e Vila Olímpica, do Paraná, que também passarão por averiguações.

Equipes do urbanismo, meio ambiente e saúde vão visitar os locais conjuntamente para avaliar os espaços e se for necessário acionarão outros órgãos, como o Corpo de Bombeiros para verificar se atendem as condições de segurança fixadas no regramento do município. Se houver problemas, cabem sanções.

Citado, o Paraná Clube foi procurado pela CBN Curitiba, que aguarda retorno. No primeiro contato, a afirmação foi de que não há alojamento na Vila Olímpica. Já o Clube Athletico Paranaense divulgou nota de esclarecimento, confira a íntegra:

“O Club Athletico Paranaense, em razão de matéria publicada nos veículos de comunicação acerca da ausência de alvará de funcionamento do CAT do Caju, vem a público prestar os seguintes esclarecimentos.

O Athletico Paranaense vem buscando a devida renovação do Alvará de Funcionamento do CAT junto à Prefeitura Municipal de Curitiba (PMC), desde a data em que este expirou (31/12/2014).

A citada renovação não foi possível até a presente data por questões burocráticas e documentais consubstanciadas nos seguintes atos:

1) Subdivisão da área do imóvel onde foram construídas nossas instalações, visando separar uma faixa frontal do terreno no total de 2.124 m² para o alargamento da Estrada do Ganchinho! Pretende a PMC que o CAP doe esta faixa a ser desmembrada sem nenhum ônus para o Município!

2) Averbação das novas áreas existentes, visando regularizar documentalmente o que foi construído no CAT, para constar na matrícula todas as imobilizações do imóvel e demonstrar que estão em conformidade com a planta apresentada.

O Athletico Paranaense informa que está adotando todas as providências necessárias para que o processo de regularização ocorra de forma mais célere possível.

Ressalta-se que o CAT possui uma das melhores infraestruturas do país, sendo reconhecido nacional e internacionalmente como referência e modelo para outros clubes de futebol.

Vale dizer, que no ano de 2018, o Athletico Paranaense obteve a renovação do seu Certificado de Clube Formador, na Categoria “A”, pelo sétimo ano consecutivo, o que demonstra ser inquestionável a estrutura do local no qual desenvolve suas atividades com a Categoria de Formação.

Por fim, o Athletico Paranaense informa que mantém contato com todas as autoridades públicas competentes para que todas as fiscalizações necessárias continuem a ser feitas e que sempre primará pela segurança e bem-estar de todos os funcionários, atletas e frequentadores de suas dependências.”

Repórter Cristina Seciuk