Foto: Policia Civil

Uma casa, no bairro Hauer, foi invadida por dois homens na madrugada desta quinta-feira (6). De acordo com o Boletim de Ocorrência registrado pelo dono da residência, os dois indivíduos teriam entrado no terreno para furtar uma bicicleta. A reviravolta no caso aconteceu porque os dois homens foram liberados pelo delegado de plantão e quem terminou preso foi o dono da casa por agredir os suspeitos.

Conforme relatado no Boletim de Ocorrência, o dono da casa observou que os homens entraram no início da madrugada na residência e levaram uma bicicleta. Imaginando que eles poderiam voltar para levar outros objetos, o proprietário da casa ficou acordado à espera. Pouco depois, um dos homens retornou e tentou entrar novamente no terreno. Após isso, o dono da casa foi atrás dele com a caminhonete e o alcançou junto com o outro homem a algumas quadras da residência. Ele então relatou que agrediu os dois, amarrou as mãos deles e chamou a polícia. Ele ainda descreveu no boletim que o vizinho teria câmeras de segurança que poderiam ter gravado o furto.

Segundo a Polícia Civil, os homens não permaneceram presos pois não havia qualquer prova em relação a autoria do furto da bicicleta. Já o proprietário da casa, de 35 anos, foi preso em flagrante por torturar a dupla. Conforme a nota da Polícia Civil, ele ainda teria se passado por policial para amedrontar os supostos bandidos.

A Polícia Civil ressaltou ainda que as leis são cumpridas, por isso é importante que as vitimas chamem a Polícia Militar no momento de qualquer crime, sem tentar resolver de maneira pessoal, reagindo ou agredindo o suposto criminoso.

Depois de liberados, um dos homens retornou a residência para praticar terminar de levar os objetos do furto. Dessa vez, ele foi preso.

Repórter Francielly Azevedo