Foto: Pexels

A explosão do apartamento no bairro Água Verde, neste final de semana, enquanto era realizada a impermeabilização de um sofá, levanta novamente a preocupação com a utilização de produtos inflamáveis e que podem causar acidentes.

Além do caso registrado no último sábado (29), em 2018, outro caso de impermeabilização de um sofá deixou quatro vítimas, na Vila Guaíra, em Curitiba.

Segundo o Corpo de Bombeiros, a utilização incorreta dos produtos ou até mesmo a não ventilação de ar no local em que o serviço é prestado é que causam incêndios e explosões.

A capitã do Corpo de Bombeiros do Paraná, Rafaela Diotalevi, explica que os produtos inflamáveis geralmente são utilizados por entregar resultados mais rápidos aos clientes, mas também necessitam de um cuidado maior.

A capitã lembra que é importante utilizar produtos sem risco à saúde e optar pelos que são à base de água, que entregam o mesmo resultado, mesmo que demore mais tempo.

Na explosão deste final de semana, um menino de 11 anos morreu e três pessoas ficaram feridas. As vítimas foram encaminhadas ao Hospital Evangélico Mackenzie e até a manhã desta segunda-feira (1), duas delas permaneciam internadas na UTI, em estado grave.

Repórter William Bittar