O volante João Vitor não veste mais a camisa do Coritiba. Emprestado pela Ponte Preta, este jogador de 30 anos conseguiu a rescisão do contrato que o vinculava ao clube paulista. A rescisão foi motivada por atrasos salariais do clube paulista, que deveria pagar metade do valor. A outra metade era paga pela equipe paranaense.

A possibilidade de que João Vitor assine um novo contrato com o Coritiba é considerada improvável pela diretoria alviverde, que busca também em São Paulo outro volante: Marciel, de 24 anos, que atua pelo Oeste e pertence ao Corinthians.

O time do técnico Umberto Louzer se prepara para a estreia na Série B do Campeonato Brasileiro, dia 29, uma segunda-feira, às 20h, justamente contra a Ponte Preta, no estádio Couto Pereira.

(Ayrton Baptista Junior)