Foto: Reprodução/CMC

O vereador Zezinho Sabará, do PDT, falou nesta terça-feira (26) na tribuna da Câmara sobre o caso do assessor dele que foi preso em flagrante após atropelar uma mulher pelas costas no bairro CIC. Embriagado, o homem, de 63 anos, ainda xingou e tentou agredir a vítima.

O parlamentar culpou o consumo de bebida alcoólica pela atitude do assessor.

O vereador disse ainda que defende punição rigorosa para quem dirige sob o efeito de bebida alcoólica e que por isso exonerou o assessor.

Segundo o vereador, o agora ex-assessor foi orientado a se tratar.

De acordo com testemunhas, o agora ex-assessor bebia em um bar no início da noite da última quinta-feira (21) quando cometeu o delito. O delegado Edgar Dias Santana, da Delegacia de Delitos de Trânsito, informou que o homem saiu com o carro pela calçada na rua Professor Algacyr Munhoz Mader e atingiu a mulher que voltava do trabalho.

O homem não tem Carteira Nacional de Habilitação.

O homem era servidor comissionado com salário mensal bruto de R$ 10 mil. Ele vai responder por embriaguez ao volante e conduzir veículo sem autorização para dirigir. Como a vitima fez o Boletim de Ocorrência, mas não mostrou interesse de representar contra o homem, criminalmente ele não deve ser responsabilizado.

Da redação